Consciência global

Publicado originalmente em http://br.hsmglobal.com

O professor Eduardo Spers, do Núcleo de Estudos em Gestão Internacional (NEGI) da ESPM, traz informações importantes para a discussão sobre a sustentabilidade e a internacionalização do tema.

Os efeitos da degradação do meio ambiente e o impacto das questões sociais estão bem mais intensos no cotidiano das instituições: governamentais e empresariais. Está na pauta de qualquer estratégia a discussão sobre a importância de se tratar o assunto com seriedade. E o Brasil tem um papel importante neste novo cenário. “O Brasil é exportador de commodities e toda a produção agrícola tem um impacto ambiental. Ações para acompanhar e mitigar estes impactos são relevantes para evitar a vulnerabilidade do país e abrir novos mercados”, ressalta Eduardo Spers, do Núcleo de Estudos em Gestão Internacional (NEGI) da ESPM.

Segundo o professor, a projeção e reputação do Brasil no cenário mundial são muito boas. A participação do grupo de países em desenvolvimento com grande potencial, o BRICS, é um reconhecimento de que temos condições de dar um salto no nosso desenvolvimento com sustentabilidade. “A decisão de discutir uma possível meta de redução de carbono para a reunião mundial sobre clima no final deste ano em Copenhagen é uma boa oportunidade de sinalizar para o mercado interno e para o mundo a capacidade de coordenação do país em benefício da sustentabilidade.”

As perspectivas da agricultura tropical também são boas. Por exemplo, o Brasil tem oportunidades com o investimento para descobrir novas substâncias naturais na Amazônia, ou desenvolver a exportação da produção de frutas do Vale do São Francisco, que é realizada na sua maioria por pequenos agricultores. “A questão da necessidade de elevados investimentos em sustentabilidade e retornos nem sempre fáceis de serem mensurados estão sendo paulatinamente vencidos.

Pesquisas e investimentos em melhorias nos processos produtivos têm contribuído para o aparecimento de soluções viáveis no âmbito técnico e econômico. Embalagens biodegradáveis e construções ecologicamente corretas são exemplos”, conta Spers.

Governança

A sustentabilidade passa muitas vezes pela mudança de pensamento dentro e fora das organizações. A disseminação de uma cultura voltada para a sustentabilidade passa pela decisão de gestores públicos, privados e do próprio consumidor no momento da compra. Nesta perspectiva cresce a necessidade de criar um movimento em prol da sustentabilidade. “Outro desafio para se seguir uma estratégica sustentável é estruturar um sistema de governança que crie incentivos e monitore o cumprimento dos objetivos traçados. Não há consenso quanto à melhor maneira de se organizar a gestão da sustentabilidade nas organizações. Algumas optaram por criar comitês ou conselhos interdepartamentais e outras criaram departamentos e diretorias que cuidam especificamente desta temática”, relata Eduardo Spears.

Consumidores

“Os consumidores estão cada vez mais conscientes e exigentes. Eles olham nas embalagens a origem e procedência dos produtos”, lembra o professor. Por outro lado, Spers ressalta que o foco dos consumidores ainda não mudou. Só valoriza o que conhece e prefere se basear em critérios objetivos e de fácil comparação. “O fato é que a sustentabilidade está presente no cotidiano dos negócios e na vida das pessoas. E isso vem ganhando mais importância nas decisões dos consumidores”, finaliza o professor Eduardo Spears.

Fonte: http://br.hsmglobal.com/notas/54849-consci%C3%AAncia-global?utm_source=141009_ESPM&utm_medium=141009_ESPM&utm_content=141009_ESPM_consciencia-global&utm_campaign=141009_ESPM

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: