Os 7 Ps do Marketing e os 5 Ps da Estratégia

Por Luciano Vicenzi

interrogacaoDefinir para entender é uma das maiores necessidades humanas no que tange ao estudo de um determinado campo de conhecimento. A definição permite separar conceitos, distinguir diferentes idéias, concepções ou abordagens sobre um tema em pauta. No campo da administração e do marketing, acrônimos são costumeiramente utilizados como forma de facilitar a memorização e a consolidação dos conceitos propostos por um determinado autor. Outra técnica muito comum para facilitar a adesão de conceitos é a utilização de palavras que iniciam com a mesma letra. Para salientar e exemplificar essa tendência, apresentamos doze conceitos iniciados pela letra “P”.

 

Os 7 Ps do Marketing

Estamos mais acostumados a ouvir falar dos 4 Ps de marketing, aplicados pelas empresas para obter os resultados desejados de seus mercados, conforme suas estratégias, denominados em seu escopo de composto de marketing ou mix de marketing, classificados por McCarthy (apud Bulgacov, 2007) em produto, preço, promoção e praça, sendo:

produto – a variedade desses produtos, a qualidade, o design, a marca, a qualidade ou tipo da embalagem, os tamanhos disponíveis, o nível de serviços pré e pós-venda, as garantias oferecidas, possíveis devoluções;

preço – o próprio preço em si em relação aos concorrentes, os desconto oferecidos, as concessões, os prazos de pagamento, o sistema de financiamento;

promoção – o nível de publicidade, a promoção e a força de vendas, as ações de relações públicas da empresa e o marketing direto;

praça – os canais de venda utilizados; a cobertura, a variedade, locais, o estoque disponível e o transporte.

Bulgacov (2007) destaca ainda os 3 Ps adicionais existentes para o marketing de serviços (BOOMS; BITNER apud KOTLER, 2001) denominados de pessoas, prova física e processo, sendo:

pessoas – o nível de desenvolvimento das pessoas que prestam o serviço como fator fundamental de diferenciação, a ser alcançado por meio de treinamento e motivação;

prova física – relacionada ao estilo ou modo de tratamento destinado aos clientes em sua experiência de compra, à aparência do local e das pessoas, à velocidade do atendimento ou da prestação do serviço, à limpeza das instalações;

processo – relacionado ao método utilizado para a prestação do serviço, padronizado ou customizado, através de atendimento direto ou tipo self-service, linhas de conhecimento aplicadas.

Os 5 Ps da estratégia

Já no campo da estratégia, Henry Mintzberg (MINTZBERG et al, 2003) propõe o que ele denominou de os 5 Ps para estratégia, pois como sabem os estrategistas, a estratégia possui como único consenso a inexistência de um conceito único para definir o que seja estratégia. Mintzberg procurou então utilizar os Ps para facilitar a apresentação de cinco definições diferentes que consideram a estratégia como: plano, pretexto, padrão, posição e perspectiva, sendo;

plano – essa definição de estratégia é a mais comum, com aplicação em diversos campos como o militar, na teoria dos jogos ou na administração. Para a maioria dos gestores a estratégia constitui uma espécie de plano de ação para uma empresa atuar em dado mercado e conquistar e manter vantagem competitiva;

pretexto – derivada da definição de estratégia como plano, Mintzberg destaca que a estratégia também pode ser um pretexto ou manobra com o qual a empresa busca induzir seus competidores a uma percepção equivocada de seus movimentos competitivos e, com isso, conquistar vantagens competitivas. O exemplo destacado por Mintzberg seria o anúncio de expansão da capacidade de produção de uma fábrica como forma de desencorajar seu concorrente a construir uma nova fábrica, constituindo o “plano” apenas a ameaça e não a intenção real de expansão em si.

padrão – por essa definição, a estratégia é a “consistência no comportamento”, o conjunto efetivo de ações que caracterizam um comportamento resultante da organização, como por exemplo, o modelo “T” de Henry Ford oferecido apenas na cor preta. Embora nem sempre comum, muitas organizações utilizam-se desta forma de estratégia vez ou outra, uma vez que a consistência no comportamento gera confiabilidade, um atributo valioso para o mercado. Neste caso, Mintzberg diferencia as estratégias deliberadas (intenções realizadas) das estratégias emergentes, “nas quais os modelos se desenvolveram sem intenções, ou apesar delas (que se tornaram não-realizadas)” (MINZTBERG, 2003, p. 27).

posição – trata da forma de localizar a organização no ambiente competitivo. “Por essa definição, estratégia torna-se força mediadora – ou a ‘combinação’, segundo Hofer e Schendel (1978:4) – entre organizações e ambiente, ou seja, entre o contexto interno e externo” (MINTBERG, 2003, p.26). Para Mintzberg, essa estratégia é compatível com todas as outras anteriores e ajuda a definir a posição de uma empresa perante seus competidores ou mesmo a encontrar uma posição única, evitando a competição direta. “Astley e Fombrun (1983), [...],dão o próximo passo lógico para apresentar a noção de estratégia ‘coletiva’, ou seja, estratégia que visa promover cooperação entre organizações, mesmo supostos concorrentes” (MINTZBERG, 2003, p.27).

perspectiva – a estratégia neste caso é definida por Mintzberg como conceito, como uma forma de se olhar o mundo e a escolha de como competir nos mercados escolhidos. Neste caso, a estratégia surge da concepção pessoal dos estrategistas coletivos e de sua visão mais ampla sobre o futuro, o que muitas organizações denominam como a nossa maneira de atuar ou o padrão [empresa] de qualidade. Minztberg destaca que “neste aspecto, estratégia é para a organização aquilo que a personalidade é para o indivíduo. [...] Diversos conceitos de outros campos também capturam essa noção; os antropólogos referem-se à ‘cultura’ de uma sociedade, e os sociólogos à sua ‘ideologia’; os teóricos militares escrevem sobre ‘a grande estratégia’ dos exércitos; teóricos da administração usaram termos como ‘teoria dos negócios’ e sua ‘força motriz’ (Drucker, 1974; Tregoe e Zimmerman, 1980); e os alemães talvez capturem melhor o sentido com sua palavra ‘weltanschauung’, literalmente ‘visão de mundo’, significando como a intuição coletiva funciona” (MINZTBERG, 2003, p.27).

About these ads

34 respostas para Os 7 Ps do Marketing e os 5 Ps da Estratégia

    • Quais as vantagens e desvantagens de usar a 5 estrategia de pretexto

      • Luciano Vicenzi disse:

        Oi Elis, as vantagens estão relacionadas com aumentar as barreiras de entrada para concorrentes, seja para entrar num negócio, mercado ou produto, ou seja, é uma estratégia de defesa; as desvantagens é que se percebida gera descrédito para a empresa junto aos seus concorrentes que podem sentir-se mais motivados a competir, ou mesmo, gerar descrédito junto aos clientes se forem de alguma forma envolvidos no blefe. De modo geral, é uma estratégia de alto risco porque não é sustentável no longo prazo.

  1. [...] modelos para tornar o próprio mundo algo coerente. Como já citamos em outro artigo deste blog (Os 7 Ps do marketing e 5Ps da estratégia), o ser humano tende a dividir para compreender. Um modelo é, portanto, uma tentativa de [...]

  2. Lohayne disse:

    adorei este site…

  3. Cléo disse:

    Gostei muito desse site, mas preciso de uma pesqusa mais detalhada sobre o P da propagação ( apresentação de resultados).
    Obrigada!

  4. cibele disse:

    Oi,
    Gostei muito o blog, nele encontrei informações úteis,pois estou estudando e como agora começamos o módulo de marketing, então muita todos os P’s foram utilizador por mim rs
    Apesar de eu não gostar de marketing para ser bem sincera rs

    • Luciano Vicenzi disse:

      Olá Cibele,
      Espero que o conteúdo possa te ajudar. Sinta-se a vontade para contribuir com ideias e sugestões de temas, ok?
      Sucesso em seus estudos!!

  5. Magda disse:

    Oi, achei bem interessante a extensão de 7Ps e mais 5Ps de estratégias. Utilizarei em meu trabalho como citação e referência à esta fonte.
    Origada

  6. Magda disse:

    Certamente, se não fizeres alguma objeção.

    • Luciano Vicenzi disse:

      Olá Magda, sinta-se a vontade para utilizar o artigo como referência. Sucesso!!

      • luiz carlos marotta junior disse:

        ao lançar os 4 p’s o autor enfatizou o conceito de marketing sob um prisma, delimitando seu campo de ação entre o consumidor e o produto, acrescentado outros p’s todo o composto é universalizado trazendo à luz seus princípios e processos sistêmicos.

  7. maria do socorro dos santos disse:

    olá,adorei o blog, as informações encontradas me ajudaram bastante em uma pesquisa q estou fazendo para gestao estratérgica.

    obrigada

  8. [...] The busiest day of the year was 27 de abril with 203 views. The most popular post that day was Os 7 Ps do Marketing e os 5 Ps da Estratégia. [...]

  9. sebastiao joviano disse:

    OLA LUCIANO VICENSI, FIQUEI UM POUCO SURPRESO AO DESCOBRIR QUE OS PS DO MARKETING ERAM 7 A O INVES DE 4 COMO EU TINHA APRENDIDO NA FACULDADE, GOATARIA DE ME APROFUNDAR NO ASSUNTO, SERÁ QUE VOCÊ PODE ME INDICAR ALGUNS LIVROS QUE FALE SOBREO ASSUNTO E ALGUNS SITES?

  10. Gostei muito do seu material, vou utilizá-lo com certeza em minhas aulas de marketing. Na verdade eu estava buscando mais p´s, pois uma vez me apresentaram uma lista com mais de 20 p´s, só que não estou encontrando no momento. Se você tiver algum material nesse sentido e puder me passar eu agradeço.

    • Luciano Vicenzi disse:

      Olá Elisabete,

      Minha especialidade é em estratégia, mas tendo acesso a novos materiais eu entro em contato.

      Sucesso em suas aulas.

  11. Luiz Roberto Silva disse:

    Onde esta o “P” de pesquisa?
    Ele constitui o conjunto de “Ps” do marketing?

  12. [...] marketing (sempre descobrem mais um) e, agora também, daestratégia, vale a pena dar uma olhada.“Os 7 Ps do Marketing e os 5 Psda Estratégia”. Não tenho dúvidanenhuma que o geomarketing pode ser aplicado pontualmente em cada “P”, ou [...]

  13. JORGE LUIS disse:

    ESTA POSTAGEM EXCLARECEU ALGUMAS DÚVIDAS MINHA…

    OBRIGADO

  14. Giovana Cruz disse:

    Muito bom, estou fazendo minhas pequenas pesquisas por aqui!!!

  15. Joamingos da Silva Leal disse:

    Boa noite Senhores.
    Não vou fazer um comentário, mas solicitar-lhes, que se for possível envie-me as referência citadas nos artigo, porque as mesmas vão ser úteis para a minha pesquisa monográfica.
    Agradeço,
    Sr. Joamingos.

  16. Susana Pires disse:

    Solicito que envie mail a indicar a data de publicação deste texto, para eu referir na bibliografia da minha Dissertação. cardosopires@gmail.com
    Muito Obrigada!

  17. Abraao disse:

    Legal…,…..ok….

  18. Krisleide disse:

    como posso interelaciona-las

  19. Laiz Diniz disse:

    Muitooo bom o site!!! Nunca tinha visto!!! Parabéns!

  20. solangesolanginha disse:

    muito bom ja tive conhecimento…………….good

  21. Francisco Santos disse:

    Gostei do artigo.
    Obrigado.

  22. Patricia Iris da Silva disse:

    Gostei muito do site.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 30 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: